sexta-feira, novembro 24, 2006

Há Outros Mundos 2

Um mês depois chega a minha próxima crónica, desta vez subordinada a um tema (foi a professora que escolheu). Um pouco mais da minha cidade!

Um olhar sobre o Colégio do Espírito Santo

O Colégio do Espírito Santo faz parte da vida da nossa cidade. É um testemunho, mais um, da antiguidade da nossa cidade. Um marco, um pedaço de história. Um local onde, tantas vezes, a história foi escrita e rescrita.

Dos tempos de liceu, aos tempos de Universidade, voltando a ser frequentado por alunos de liceu, ficando sobre o jugo de um poder ditatorial, de tudo um pouco se viveu por lá.

Quem passeia nos seus claustros, quem entra nas suas salas cheias de quadros de ilustres, que sem senta nos seus cadeirões, quem o faz, respira o ar da antiguidade, o ar do imponente e majestoso passar de anos, esses sentem o peso dos anos, o peso e a marca da história, contada com garra, sentida em cada pedra.

Ser aluno ali, naquele local histórico é ser um privilegiado, é aguentar o frio sabendo que muitos outros já o aguentaram. É ver as suas aulas interrompidas só porque alguém de máquina fotográfica em punho resolve ficar com uma pequena recordação de tão belo edifício. É celebrar o final dos seus estudos, tomando um banho na fonte dos Claustros. É sentir que se faz parte. É sentir-se também ele parte da história.

É estar em casa e ver o “nosso” espaço na televisão. É estar noutro país e ouvir alguém dizer-nos que a nossa cidade é linda, que o “nosso” espaço faz toda a diferença, que o sítio velho, para uns, é antigo e histórico!

Esta cidade é um monumento só. É um grande pedaço de história, com o qual convivemos diariamente, com o qual aprendemos a viver, mas… será que aprendemos a apreciá-lo? Quem tem fotografias da cidade onde vive? Quem passeia e visita os ditos locais de interesse da cidade? Limitamo-nos a viver cá, sem apreciarmos a cidade, sem apreciarmos o estado dos monumentos, sem olhar para eles, mas a olhá-los, a ver os pormenores.

Por isso, quando temos aulas, quando estamos num sítio histórico como o Colégio do Espírito Santo, apreciemos o que temos, a beleza do local. Pensemos em como conseguiremos mostrar quão belo é o que nos rodeia!


2 Comentários:

Blogger Tamia falou...

OK, vamos lá a ressuscitar este blog!
Esta ainda não a odeio como a anterior, por isso ainda não a reli!
Beijos para todos!

24/11/06 9:42 PM  
Blogger Mamy falou...

Ô Tâmia! Que texto carinhoso sobre sua cidade e sobre o Colégio! Você tem razão: quando moramos numa cidade, precisamos olhá-la com uma perspectiva de "turista", a fim de aproveitar o que ela tem de melhor.

26/11/06 2:07 PM  

Postar um comentário

<< Home